Jornalista

O mundo do jornalista Eurícledes Formiga

O poeta que se tornou jornalista para falar das riquezas de seu sertão, dos cantadores, repentistas e folclore do nordeste.

O jornalista da coluna Cantadores

Em sua coluna Cantadores, do Jornal Folha da Manhã, Eurícledes Formiga reproduzia na íntegra o que ouvia dos cantadores repentistas de sua terra, o nordeste, da qual se orgulhava.

Comentava com frequência sobre a versatilidade do poeta popular, que em apenas quatro versos traduzia uma história.

A trova, com sues quatro versos rimados é fonte de tanta arte, brotando como água de fonte, cristalina, da mente do cantador.

O mote é dado. O cantadores, em modo de desafio ou não, passam a improvisar com rapidez impressionante.

São versos que seguem um modelo específico, um rigor exigido. Não são simplesmente versos brancos, livres, sem rimas ou sem métrica.

Há vários estilos de cantoria, como explicava Formiga em suas palestras sobre as raízes nordestinas, suas origens.